BR-LINUX

Conteúdo sindicalizado
Desde 1996 levando o Linux a sério
Atualizado: há 4 years 21 weeks atrás

Lançamento Novatec ensina a usar Python para resolver problemas de análise de dados do mundo real

Qua, 01/17/2018 - 13:42
Python para análise de dados: Obtenha instruções completas para manipular, processar, limpar e extrair informações de conjuntos de dados em Python. Atualizado para Python 3.6, este guia prático está repleto de casos de estudo práticos que mostram como resolver um amplo conjunto de problemas de análise de dados de forma eficiente. Você conhecerá as versões mais recentes do pandas, da NumPy, do IPython e do Jupyter no processo.

Escrito por Wes McKinney, criador do projeto Python pandas, este livro contém uma introdução prática e moderna às ferramentas de ciência de dados em Python. É ideal para analistas, para quem Python é uma novidade, e para programadores Python iniciantes nas áreas de ciência de dados e processamento científico. Os arquivos de dados e os materiais relacionados ao livro estão disponíveis no GitHub.

Referência: novatec.com.br

Enviado por Mariana Borges (mborgesΘnovatec·com·br)

O artigo "Lançamento Novatec ensina a usar Python para resolver problemas de análise de dados do mundo real" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Formação em Linux no Pará

Qua, 01/17/2018 - 13:30
Em Belém do Pará, é possível obter qualificação em Linux e fortaler suas amizades. A Empresa chamada VirtualLink, está com uma promoção muito boa e interessante, que visa chamar atenção para a necessidade de se saber desempenhar funções adversas no Software Livre e também valorizar as relações humanas, tornando possível, quantos amigos você desejar acompanharem o seu crescimento, os ajudando à matricularem-se no curso. A Promoção se chama Amigos Linux, com módulos de gerenciamento de sistema e administração de redes, o curso traz uma experiência vívida da área, traga no cotidiano de seus professores. Funciona dessa forma, a pessoa que se interessar a fazer a matrícula traz um amigo no ato da inscrição, se o amigo se matricular ambos ganham descontos, e a melhor parte, quanto mais amigos, maior será o desconto.

Para acessar o regulamento e saber mais da promoção: www.virtuallink.com.br

Referência: virtuallink.com.br

Enviado por Laurence Victor (oliveiravitor934Θgmail·com)

O artigo "Formação em Linux no Pará" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Qual o processador X86 mais antigo com suporte ao Kernel Linux mais recente?

Ter, 01/09/2018 - 14:45
Yeo Kheng Meng fez a seguinte pergunta durante o Geekcamp, uma conferência de tecnologia que ocorreu em Novembro de 2017: Qual o processador X86 mais antigo ainda suportado pela versão mais moderna do Kernel Linux no presente?

A resposta teórica para esta pergunta seria o 486, lançado em 1989. Esta afirmação pode ser determinada devido ao fato do suporte ao 386 ter sido largado em Dezembro de 2012 com a versão 3.8 do Kernel.

Caso alguém esteja curioso, este é o resultado do esforço para fazer o Linux rodar em um computador antigo modelo IBM PS/1 Consultant 2133 19C (lançado em 1993), e com as seguintes configurações: AMD 5X86 486-clone rodando a 133mhz (Performance similar ao Pentium 75Mhz, sendo o clone 486 mais rápido do mercado), placa gráfica Cirrus Logic VLB CL-GD5424 com 512KiB VRAM, RAM de 64MB SIMM-72, Drive de CD ROM 48x IDE, emulador de disquetes GOTEK, adaptador CompactFlash-IDE + cartão 32GB Sandisk Extreme CF, 3Com Etherlink III 3c509B (ISA) de 10Mbps e Sound Blaster 16 CT2950 PnP (ISA).

A matéria original possui várias fotos do hardware e explica detalhadamente a configuração de um ambiente de compilação cruzada(cross-compilation) em um Thinkpad T430, para gerar um Gentoo Linux 486 enxuto a ser instalado nesta máquina de mais de 20 anos. O escritor da matéria também está ciente da existência do Tiny Core Linux, que não funcionou em tal hardware. Da mesma forma, o intuito da matéria era testar um Kernel Linux moderno em hardware antigo, e por isto, o FreeBSD não foi testado como sugerido pelo leitor vermaden.

Referência: osnews.com

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

O artigo "Qual o processador X86 mais antigo com suporte ao Kernel Linux mais recente?" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Monitoração: Prometheus, Netdata, cAdvisor, Grafana, Docker e Slack

Ter, 01/09/2018 - 14:30
Nesse primeiro vídeo da série sobre monitoração, vou mostrar como criar essa stack completa de monitoração com dashboards e integrações sensacionais!

Link para o projeto e para o passo-a-passo com com os comandos: https://github.com/badtuxx/giropops-monitoring

Ahhh e você consegue monitorar tudo, de container a host físico!

Referência: youtu.be

Enviado por Jeferson (jefersonΘlinuxtips·com·br)

O artigo "Monitoração: Prometheus, Netdata, cAdvisor, Grafana, Docker e Slack" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

ARCore: Como testar a realidade aumentada da Google

Ter, 01/09/2018 - 14:15
Disponibilizado no Viva o Linux um artigo onde veremos como experimentar o novo recurso ARCore, que estará disponível nas próximas versões do Android. Esta tecnologia tem como principal diferencial permitir identificar e projetar um objeto 3D em qualquer superfície sem a necessidade do uso de um marcador. Veja como teste a tecnologia na íntegra. O Google espera atingir 100 milhões de dispositivos compatíveis em breve, pois existe o envolvimento da Samsung, Huawei, LG e Asus no projeto.

Mais informações entre em contato no Assunto NERD: https://assuntonerd.com.br/2018/01/08/arcore-como-testar-a-realidade-aumentada-da-google/

Referência: vivaolinux.com.br

Enviado por Alessandro de Oliveira Faria (A.K.A. CABELO) (cabeloΘopensuse·org)

O artigo "ARCore: Como testar a realidade aumentada da Google" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Promoção prorrogada - Pacote LPI Full por R$105,00

Ter, 01/09/2018 - 14:00
Foi prorrogada até dia 15/01 a promoção do HowTo Online onde o pacote de treinamentos preparatórios para as certificações LPIC1, LPIC2, LPIC3-300 e LPIC3-303 sai a apenas R$105,00. São treinamentos on-line práticos e atualizados com vídeo aulas, e-book e simulados. Referência: howtoonline.com.br

Enviado por Bruno Odon (admΘbrunoodon·com·br)

O artigo "Promoção prorrogada - Pacote LPI Full por R$105,00" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Aprenda a Criar e configurar ambientes de build e testes automatizados

Ter, 01/09/2018 - 13:45
Dia 20 de Janeiro, irá acontecer mais uma edição do treinamento "Entrega Contínua Jenkins e Docker". Através deste treinamento será possível aprender "um pouco" mais sobre o Docker e também sobre a instalação do Docker no seu ambiente. (Mas este não é um curso de Docker, esta explicação será apenas para nivelar os conhecimento dos presentes acerca do Docker)

Será abordado a Instalação e Configuração do Jenkins 2, nova versão do software de CI que está entre os mais utilizados do mundo.

Será demonstrado mais sobre a Integração Nativa que a versão 2 do Jenkins tem com o Docker, Pipelines, Pipelines as Code, Serviços de Notificação e será Montado um ambiente de Build, Ship e Deploy utilizando o jenkins e enviando os Containers para um hub privado (com ou sem https).

Por fim, será feito o deploy e monitoramento dos containers utilizando o Rancher, uma poderosa ferramenta integrada junto ao Docker.

Detalhe: Tudo em apenas 1 dia, 100% garantido e treinamento 100% prático. 20 de Janeiro, sábado das 9h às 18h - São Paulo-SP - Av Paulista 1159, 16º andar. Aproveite valor promocional para inscrições realizadas até 18/1

Referência: temporealeventos.com.br

Enviado por Anderson Oliveira de pAULA (andersonopΘtemporealeventos·com·br)

O artigo "Aprenda a Criar e configurar ambientes de build e testes automatizados" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Anunciada a unificação do OpenWrt e LEDE

Sex, 01/05/2018 - 15:45
Forks são comuns no universo FOSS. Discordâncias técnicas e até mesmo filosóficas, ou implicância entre membros podem gerar novos projetos. E as vezes fica complicado julgar quando um fork foi útil, ou gerou apenas mais software no mundo. A exemplo do que aconteceu com o LXQt, onde dois projetos de matéria convergente, os projetos LEDE e OpenWrt anunciaram a reunificação após alguns meses negociação.

Ambos projetos estão felizes em anunciar esta manobra, que exigiu um trabalho árduo para levantar as questões específicas da reunificação, e que teve muitas propostas e poucas ações. A nova e unificada versão do OpenWrt será governada pelas regras estabelecidas pelo projeto LEDE. Membros ativos de ambos os projetos continuarão a trabalhar na versão unificada do OpenWrt.

O Fork LEDE e seu merge de volta ao OpenWrt não alterará a direção técnica adotada pela unificação dos projetos. A busca por estabilidade e lançamentos de manutenção ao mesmo tempo que lançamentos menores são executado para endereçar bugs críticos e incidentes de segurança, continuará funcionando nos mesmo moldes do que foi feito com o LEDE 17.01.

Versões anteriores ao OpenWrt 15.05 CC(chaos calmer) não serão suportadas pelo merge, e serão abandonadas sem atualizações de segurança e estabilidade. A versão OpenWrt 15.05 CC receberá uma quantidade limitada de correções de segurança, e não estará totalmente integrada ao esquema de automatização de lançamentos, fazendo com que os binários demorem um pouco mais a serem lançados. O LEDE 17.01 continuará a receber suporte contínuo a correções de estabilidade e segurança para os binários e fontes. Em breve haverá uma nova versão disponível.

O projeto unificado irá utilizar a base de códigos-fonte do LEDE. Patches específicos do OpenWrt que atingirem os critérios de qualidade impostos pelo LEDE serão integrados a árvore. O código-fonte será hospedado em git.openwrt.org e terá um espelhamento no Github. O código original do OpenWrt será arquivado no Github para referências futuras. Pull requests para os repositórios do OpenWrt e LEDE atuais serão fechados após um período de 30 dias. É encorajado as pessoas que possuem patches pendentes que corram atrás para que tenham seus trabalhos aplicados na árvore.

A reunificação do projeto OpenWrt é representada pela SPI(Software in the Public Interest), uma organização sem fins lucrativos US 501(c)(3) que está gerenciando o registro da marca OpenWrt, as doações para o projeto, e auxiliando as questões legais envolvidas no processo.

A infraestrutura disponível atualmente no domínio lede-project.org será movida ao domínio openwrt.org e redirecionamentos serão configurados onde for apropriado. O que será feito com fóruns e wikis de ambos os projetos ainda não foi decidido, ficando em seus domínios até que um consenso seja atingido.

Para matéria na íntegra, acesse o link de referência, e para aqueles desconhecem a história por trás da separação dos projetos a cerca de 1 ano e meio atrás, o seguinte link é uma boa compilação de todos os eventos. Referência: forum.lede-project.org

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

O artigo "Anunciada a unificação do OpenWrt e LEDE" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Linux Journal 2.0 - Um presente de Ano Novo

Sex, 01/05/2018 - 12:00
Após a triste notícia de que o Linux Journal encerraria suas atividades, um anúncio de feliz ano novo trouxe a tona as esperanças para os leitores desta mídia: o Linux Journal continuará!

De acordo com Carlie Fairchild, o retorno ocorreu através da colaboração de hackers que gerenciam a VPN Private Internet Access (PIA), uma empresa da London Trust Media. A PIA é uma ávida colaboradora da freenode, uma das maiores comunidades FOSS existentes. Eles também se preocupam com o Linux e todo o portfólio de assuntos convergentes: privacidade, criptografia, liberdade, agências pessoais e reescrita das regras de negócio e governo que permeiam estes tópicos, através da diversão que o "hacking construtivo" pode gerar.

A ideia de Carlie também é recompensar os assinantes com muito conteúdo, e escutar as ideias no canal #linuxjournal e manter as caras já conhecidas nas publicações do site.

Maiores detalhes sobre o futuro da versão 2.0 do Linux Journal nos links desta matéria e no link de referência.

Referência: lwn.net

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

O artigo "Linux Journal 2.0 - Um presente de Ano Novo" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Linspire (Lindows) ressurge dos mortos em 2018

Sex, 01/05/2018 - 11:45
Lembra do Linspire? Talvez o antigo nome "Lindows" lhe traga alguma lembrança? Pois é, ele voltou dos mortos em 2018…

O Linspire/Lindows foi uma distribuição baseada do Debian/Ubuntu que tinha como púbilco alvo o desktop e remonta de 2001. Foi fundada por Michael Robertson, e tinha como objetivo uma interface que lembrasse o Windows XP e vinha com customizações no Wine para uma teórica melhor compatibilidade com softwares para Windows. Após tomar um processo por conta da semelhança no nome(adivinha quem?) foi renomeada de Lindows para Linspire.

A versão 6.0 do Linspire possui uma década de idade, e durante o decorrer desta, os direitos do nome da distribuição passaram da empresa Digital Cornerstone para a Xandros, e agora para a PC/OpenSystems, que resolveu tirar o desfibrilador da maleta e ressuscitar o Linspire. Surgem então as distribuições Linspire 7.0 e Freespire 3.0.

O Freespire 3.0 é FOSS, enquanto o Linspire requer uma licença comercial e inclui componentes de software proprietário em sua instalação padrão. Ambos são baseados em Debian/Ubuntu então, a gama de softwares disponíveis deve ser, por dedução, aquela já conhecida dos remixes (cof, cof, refisefuqui…). O Linspire é vendido pelo valor de US$ 80 em licença de 12 meses.

Maiores detalhes sobre o licenciamento aqui.

Opinião do tradutor: Lembro-me da época de faculdade onde amigos, e conhecidos de meus parentes, compravam notebooks mais baratos em hipermercados e eram enganados pela propaganda do Lindows, e acabavam formatando seus equipamentos e optando pelo "Xispezão pirata". Será que teremos a criação movimento retrô de pirataria com o lançamento do Linspire?

Referência: phoronix.com

Enviado por Nícolas Wildner (nicolasgauchoΘgmail·com)

O artigo "Linspire (Lindows) ressurge dos mortos em 2018" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

enjoei em busca DevOps (Remoto)

Sex, 01/05/2018 - 11:30
a equipe de DevOps procura um profissional que goste de "codar" e também tenha experiência com Linux, automatizações usando ferramentas de gerenciamento de configurações e, claro, que adore microserviços. :)

Quais experiências são essenciais? Ter atuado por pelo menos 3 anos com linguagem de programação: Ruby, Python - Script: Shell - Versionamento: Git - Linux Avançado Experiencia em Amazon AWS, New Relic, Datadog - Integração Continua: Jenkins - Ferramenta de Automação: Ansible, Puppy ou Chef - Infraestrutura de Virtualização: Docker, KVM, Vagrant.

O que oferecemos? remuneração e benefícios compatíveis com o mercado; auxílio a plano de saúde familiar; auxílio paternidade e maternidade extendidos; oportunidade de trabalhar remoto.

Referência: jobs.kenoby.com

Enviado por Ricardson Williams (ricardsonwilliamsΘgmail·com)

O artigo "enjoei em busca DevOps (Remoto)" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Comparação entre ferramentas para digitalização de faces para Cirurgia Ortognática e Rinoplastia

Sex, 01/05/2018 - 11:15
Meu nome é Cicero Moraes, sou especialista em reconstrução facial forense, planejamento de cirurgia ortognática, rinoplastia, confecção de próteses veterinárias e faciais.

Ao longo de vários anos estou utilizando a fotogrametria nos meus trabalhos e ultimamente venho desenvolvendo dois addons em Python para o Blender 3D. O OrtogOnBlender e o RhinOnBlender.

O OrtogOnBlender conta com várias ferramentas interessantes, vale destacar a importação direta de DICOM para 3D (Dicom2Mesh) e conversão de fotos em modelos 3D (OpenMVG+OpenMVS e MVE/SMVS+Meshlab+MVS Texturing).

Neste link você verá um amplo estudo que fizemos nestes últimos dias sobre digitalização de faces para o uso em planejamento de cirurgia ortognática e rinoplastia.

Ao total foram 13 pessoas fotografadas em um local e uma mesma pessoa fotografada em cinco locais diferentes. Resultando 32 tomadas, 832 fotos e 106 modelos!

Estes modelos foram digitalizados com o seguinte conjunto de ferramentas:

MVE/SMVS + Meshlab + Mvs-Texturing (aberto) MVE/SMVE + Mvs-Texturing (aberto) OpenMVG + OpenMVS (aberto) Photoscan (fechado)

Descrevemos toda a metodologia, posteriormente os resultados e finalmente a forma de resolvermos os problemas que apareceram durante o levantamento:

http://www.ciceromoraes.com.br/blog/?p=2989

Espero que apreciem. Boa leitura!

Referência: ciceromoraes.com.br

Enviado por Cicero Moraes (cogitas3dΘgmail·com)

O artigo "Comparação entre ferramentas para digitalização de faces para Cirurgia Ortognática e Rinoplastia" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Pinguim Solidário: Em Belém pode-se ter qualificação em Linux junto ao auxílio de famílias carentes

Sex, 01/05/2018 - 11:00
Em Belém do Pará, uma empresa de soluções em T.I chamada, VirtualLink, com quase 20 anos de mercado, criou uma ação chamada de Projeto Pinguim Solidário, no qual buscam arrecadar por meio de parceiros doações de roupas, alimentos não-perecíveis, brinquedos, etc. Para assim levar à uma comunidade carente local chamada ASMOJE (Associação de Moradores Moara).  Sempre feita no final do ano junto ao Natal e Fim do mesmo,  essa iniciativa contribui para amenizar a vida dessas pessoas carentes como ato de compaixão e solidariedade. Atualmente a ação encontra-se na 12° edição. Mais informações:http://www.virtuallink.com.br/pinguimsolidario/ Referência: virtuallink.com.br

Enviado por Laurence Victor (ascomΘvirtuallink·com·br)

O artigo "Pinguim Solidário: Em Belém pode-se ter qualificação em Linux junto ao auxílio de famílias carentes" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

PureOS passa a fazer parte da lista de 12 sistemas operacionais recomendados pela FSF

Qua, 12/27/2017 - 13:00

Quem, na hora de escolher um sistema operacional, adota como parâmetro a restrita lista de distribuições que a FSF recomenda pode começar 2018 com um nome a mais: o Pure OS, derivado do Debian criado pela Puri.sm, empresa cuja meta é combinar as filosofias do movimento Software Livre ao processo de produção de hardware.

Agora a lista da FSF inclui 10 distribuições para PCs, além de duas para hardware de menor porte.

O foco do Pure OS inclui privacidade e segurança, e a nota da FSF afirma que ele é a prova viva de que padrões éticos podem ser alcançados enquanto também se atinge a excelência em experiência do usuário.

(via lwn.net - “FSF adds PureOS to list of endorsed GNU/Linux distributions [LWN.net]”)

O artigo "PureOS passa a fazer parte da lista de 12 sistemas operacionais recomendados pela FSF" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Analisando as finanças da Canonical, de 2009 a março de 2017

Qua, 12/27/2017 - 12:45

O ano fiscal da Canonical encerra em março, e os resultados a seguir são todos referentes ao período que encerra em 31/3/2017 – às vésperas do período de demissões e encerramento de linhas de produtos que a empresa iniciou em abril, do qual felizmente vários amigos desenvolvedores então afetados já conseguiram se recuperar.

O Phoronix trouxe 2 gráficos: o primeiro mostra o número médio de empregados a cada ano fiscal (cresceu sem parar desde 2009, de 62 para 566, e será interessante ver o gráfico do ano que vem, que mostrará o tamanho da redução que aconteceu na metade de 2017), e o da receita, também sempre crescente e, a partir de 2016, atingiu a magnitude da primeira centena de milhões de dólares anuais).

O gráfico que o Phoronix não mostrou, entretanto, é o do lucro, e a razão é simples: a configuração do sistema de gráficos que eles usam não suporta números negativos. Mas os dados são interessantes e, por esta razão, criei no Infogram o gráfico a seguir:

Note que, exceto o ano de constituição da companhia (2009), o único ano em que não houve prejuízo fiscal na série foi justamente o que encerrou em março de 2017, imediatamente antes da decisão de parar de investir no Unity e outras tecnologias que surgiram do plano de unificar a experiência de usuários do desktop e de dispositivos móveis.

(via www.phoronix.com - “A Look At Canonical's Financial Performance From 2009 To 2017 - Phoronix”)

O artigo "Analisando as finanças da Canonical, de 2009 a março de 2017" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Criador do Mandrake Linux quer €25.000 para fazer sua versão do Android sem apps do Google

Qua, 12/27/2017 - 12:00

Gaël Duval criou o Mandrake Linux, que alcançou reconhecimento, entre as distribuições da época, pela facilidade de instalação e uso, e que mais tarde – após a MandrakeSoft adquirir a brasileira Conectiva (entrevistei-o na ocasião) e perder uma batalha jurídica pelo uso do nome previamente registrado pelos criadores do personagem mágico dos quadrinhos – deu origem à Mandriva, liquidada em 2015 e cujo legado sobrevive na distribuição comunitária OpenMandriva.

Em 2006 Gael foi demitido da empresa que fundou, após uma das primeiras rodadas de resultados financeiros ruins, e não foi um procedimento nada amistoso.

ELe está angariando fundos no Kickstarter, e já atingiu o valor mínimo que estabeleceu (€25.000), embora o prazo para mais contribuições ainda vá até 20 de janeiro, e ele tenha publicado na campanha planos detalhados do que fazer caso atinja €120.000, €600.000, €1.200.000 e €2.400.000 – neste último caso, o plano inclui um assistente doméstico ativado por voz, e um celular com design especial.

O que ele promete entregar é um "produto Eelo" viável e com privacidade habilitada, na forma de um sistema operacional para dispositivos móveis com nova interface com o usuário e novos aplicativos default, com integração a sistemas web básicos (busca, armazenamento na nuvem, recuperação de configurações) e atualizações por 3 anos ou mais, com completo respeito à privacidade do usuário. O cronograma de entregas da campanha informa que em setembro de 2018 ele pretende já estar enviando celulares pré-instalados com seu sistema Eelo.

A FAQ da campanha inclui as respostas de Gaël para perguntas como por que o Eeelo vai dar certo como sistema alternativo onde Windows Mobile, Firefox OS, Ubuntu Mobile e Sailfish OS falharam, e se o código-fonte está disponível (dica: no momento não há código-fonte disponível).

O criador de uma das distribuições mais populares do Linux quer fazer seu próprio Android. Trata-se do Eelo, um sistema operacional baseado no código-fonte do Android, mas sem as interferências do seu criador, o Google. A obra é de Gaël Duval, criador do Mandrake Linux, que fez uma campanha de financiamento coletivo para transformar o projeto em realidade.

A ideia de Duval é que o Eelo venha com todos os principais recursos da versão básica do Android, mas sem as ferramentas do Google que afetam a privacidade do usuário, como rastreadores e registros de uso que ficam vinculados à sua conta na empresa. … Duval quer arrecadar 25 mil euros (equivalente a quase R$ 100 mil) para disponibilizar o Eelo no primeiro trimestre de 2018. Quem quiser contribuir com a campanha pode fazê-lo até meados de janeiro. Duval promete que quem doar mais de mil euros vai ganhar um smartphone já com o Eelo instalado.

Referência: olhardigital.com.br

Enviado por Fábio Rodrigues Ribeiro (farribeiroΘgmail·com)

O artigo "Criador do Mandrake Linux quer €25.000 para fazer sua versão do Android sem apps do Google" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Utilizando o Ansible – parte 3

Qua, 12/27/2017 - 11:45
Na parte anterior foram utilizados alguns módulos para realizar tarefas diretamente através do Ansible via linha de comando, porém a execução em sequência de cada um é pouco prática, por mais que até seja possível agrupar todos eles dentro de um único script para ajudar um pouco!

Mas antes de começar a “adaptar” a ferramenta é bom saber que o Ansible tem sua própria maneira de executar diversas tarefas de uma só vez, os playbooks.

Referência: giovannireisnunes.wordpress.com

Enviado por Giovanni Nunes (giovanni·nunesΘgmail·com)

O artigo "Utilizando o Ansible – parte 3" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Pequena coleção de Dicas sobre Proxmox VE

Qua, 12/27/2017 - 11:30
Divulgo aqui algunas dicas de Proxmox VE que tenho colhido ao logo dos meses de 2017. Espero que seja proveitoso! Abraços e bom final de ano a todos! Referência: konnectati.com.br

Enviado por Gilberto Ferreira (gilberto·ferreiraΘkonnectati·com·br)

O artigo "Pequena coleção de Dicas sobre Proxmox VE" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

Curso Continuous Integration com Jenkins 2 e Docker - desconto para leitores do BR-Linux

Qua, 12/27/2017 - 11:15
20 de Janeiro, sábado, acontecerá a 11ª edição Treinamento Entrega Contínua com Jenkins e Docker.

Será no formato presencial, das 9h às 18h, em São Paulo.

Tópicos

O que é o Docker e Instalando o Docker em seu ambiente Apresentação do Jenkins O que há de novo no Jenkins 2 Instalação do Jenkins 2 no seu ambiente Docker Configuração inicial do Jenkins Configurando autenticação via Github Criando e Configurando Build Nodes (slaves) Criando e Configurando Build Nodes Dinâmicos (AWS, Digital Ocean, etc…) Criando Jobs Jenkins Pipelines Pipeline as Code Conectando com serviços de notificação (HipChat, Slack) Configurando um hub privado (image repository) para suas aplicações Build and Ship para o hub privado Conhecendo o Rancher Instalando e configurando os Nodes Configurando seus serviços Deploy da sua aplicação com o Rancher Monitoramento das atividades do seu container com o Rancher

Membros do BR-LINUX: R$ 249,00 em até 6 vezes sem juros ou 5% adicionais para pagamento via boleto (condição válida somente até 29/12)

Código Promocional (para ser utilizado no ato da inscrição): c1c12a

Dúvidas: 11-3230-6046 ou faleconosco@temporealeventos.com.br

Referência: temporealeventos.com.br

Enviado por Anderson Oliveira de pAULA (andersonopΘgmail·com)

O artigo "Curso Continuous Integration com Jenkins 2 e Docker - desconto para leitores do BR-Linux" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux

9 cursos de linux de R$ 249,90 apenas R$ 50,00, até o final do ano

Qua, 12/27/2017 - 11:00
Até o final do ano vou manter a promoção dos 9 cursos completos de linux pelo valor de R$ 50,00! Para quem deseja saber os cursos disponíveis o link é este: http://certificacoes.net.br/ltc/certificate-academy/ O modo de compra para este mega desconto de R$ 249,90 por apenas R$ 50,00 é somente via depósito ou transferência bancária. Faça o depósito/transferência e envie o comprovante para: profjulianoramos@gmail.com. Segue os dados para o depósito:

Juliano Ramos de Oliveira, Banco Caixa Economica (Qualquer lotérica) Agencia: 1772 Conta: 00007233-0 Tipo: 013- Poupança Para transferência será necessário o CPF: 312.217.038.89

Qualquer dúvida me chamem no whatsapp: (11) 97414-7849 E-mail de confirmação: profjulianoramos@gmail.com

Referência: certificacoes.net.br

Enviado por Juliano Ramos (profjulianoramosΘgmail·com)

O artigo "9 cursos de linux de R$ 249,90 apenas R$ 50,00, até o final do ano" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.

Categorias: Linux
Too Cool for Internet Explorer